Ainda internado, vendedor baleado em Ceilândia é preso por homicídio

 Luciano Delmiro, de 29 anos, um dos vendedores de produtos naturais baleados em Ceilândia, estava foragido desde 2020

Marcus Rodrigues/Metrópoles



A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta quinta-feira (27/10), Luciano Delmiro, de 29 anos, um dos vendedores de produtos naturais, vítima de tentativa de homicídio nessa terça-feira (25/10), no Sol Nascente, em Ceilândia.

Após a prisão do homem que atirou contra Luciano, a PCDF constatou a existência de um mandado de prisão preventiva em aberto contra a vítima, por um homicídio cometido em Sergipe, pendente de cumprimento desde julho de 2020.

Luciano foi colocado em escolta hospitalar, tendo em vista que ainda se encontra internado após ser submetido a uma nova cirurgia para retirada da bala alojada nas costas.

O caso

A 19ª Delegacia de Polícia (Ceilândia) prendeu, na tarde dessa quarta-feira (26), o homem suspeito de balear os vendedores. Após a dupla tentativa de homicídio, o acusado fugiu para Águas Lindas (GO), onde foi localizado pela PCDF.

Conforme adiantou o Metrópoles nessa terça, câmeras de segurança já haviam captado a movimentação do suspeito. O homem foi filmado ao arremessar uma pedra contra o carro das vítimas.

“Os vendedores foram cobrar uma moça que tem um comércio, não sei o valor. Eles começaram a bater boca com essa moça e ela ligou para alguém. Eles voltaram para o carro. Um tempo depois, chegou o cara armado e atingiu os dois”, explica o delegado Vítor de Mello, da 19ª Delegacia de Polícia (Ceilândia), que investiga o caso.

aulas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *