ATAQUE COM ÁCIDO: COMO FAZER OS PRIMEIROS SOCORROS DE UMA VÍTIMA DE QUEIMADURA

ATAQUE COM ÁCIDO: COMO FAZER OS PRIMEIROS SOCORROS DE UMA VÍTIMA DE QUEIMADURA

A maioria das queimaduras químicas acontecem em casa ou no trabalho

Embora um caso de ataque de ácido no Paraná tenha se tornado um assunto de repercussão nacional na última semana, as formas mais comuns de queimadura química são em acidente de trabalho ou em casa, com a manipulação de soda cáustica. E os primeiros socorros são determinantes para que a vítima não sofra graves consequências. O Paraná Portal entrou em contato com o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Universitário de Londrina para esclarecer como fazer os primeiros socorros de uma vítima de ataque ou uma queimadura com ácido. Confira!

Leia também: “Está ciente de tudo que aconteceu”, diz mãe de vítima de ataque com ácido
Como uma queimadura química pode acontecer?
Um ataque ou uma exposição ao ácido gera uma queimadura química, afirma o cirurgião Rafael Guiselli Lopes, plantonista do Centro de Tratamento de Queimados do HU da UEL. O profissional explica que, na maioria das vezes, acontece por um acidente de trabalho, por pessoas que usam produtos ácidos.

Isso também pode acontecer em casa, com o uso da soda cáustica — usada para fazer sabão, detergente ou outros produtos de limpeza.

Como prevenir uma queimadura química?
A melhor forma é evitar entrar em contato diretamente com o produto, sobretudo a soda cáustica ou desinfetantes. “Esse produto, uma vez encontrando a pele, é altamente corrosivo”, explica Lopes.

Confira: Motociclista cai em rodovia e sofre queimaduras graves, em Guaíra
Mitos sobre os primeiros socorros em uma queimadura por ácido
Lopes esclarece um dos mitos mais comuns sobre os primeiros socorros em caso de queimadura por ácido: “antigamente, achavam que era preciso fazer uma ação de neutralização. Se era um ácido, usar uma base. E se era uma base, usar um ácido para neutralizar o produto”.

Ele explica que com o avanço da medicina, constatou-se que isso é incorreto, que fazer esse contraste na pele pode liberar o calor e essa reação na pele pode piorar a queimadura. Então, é necessário fazer a diluição do produto.

Ataque ou queimadura por ácido: como fazer os primeiros socorros de uma vítima
Conforme orientações do cirurgião, para fazer os primeiros socorros de uma vítima de ataque ou queimadura por ácido, é preciso lavar o local com água corrente e abundante.

Veja também: Calouros da UFPR sofrem queimaduras durante trote, em Palotina; imagens fortes
Se ela é externa, ou seja, só teve contato com a pele: lave abundantemente a área.

Se ela é interna, ou seja, foi inalada ou ingerida: faça a vítima beber bastante água. Mas não provoque o vômito — porque pode gerar mais lesões internas!

“As queimaduras químicas têm como característica serem bem profundas. E elas dão a sensação de que ficam queimando durante um tempo”, destaca Lopes. Por isso, o profissional enfatiza que, após os primeiros socorros, a vítima deve ser encaminhada imediatamente para atendimento médico.

Qual é a gravidade de uma queimadura por ácido?
Lopes explica que são altamente corrosivas: podem chegar a terceiro grau. E, na maioria das vezes, demandam muito tempo de internação e cirurgias.

No entanto, embora dolorosas e graves, as queimaduras químicas não ocupam muito espaço da pele — costumam ficar localizadas apenas onde o ácido encostou. O que ajuda muito no tratamento dos pacientes e na avaliação da gravidade do caso.

Jornal nossa folha

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *