Bolsonaro critica invasões e depredações a prédios públicos em Brasília

 Na sua conta do Twitter, o ex-presidente disse repudiar o que chamou de “acusações sem provas” de Lula contra ele. Bolsonaro está nos EUA desde o fim de 2022


O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestou contrário às invasões e depredações a prédios públicos em Brasília (DF). Acusado de ser conivente com os atos ao ficar em silêncio, ele disse repudiar o que chamou de “acusações sem provas”.

“Manifestações pacíficas, na forma da lei, fazem parte da democracia. Contudo, depredações e invasões de prédios públicos como ocorridos no dia de hoje, assim como os praticados pela esquerda em 2013 e 2017, fogem à regra”, afirmou o ex-chefe do Executivo.

Ele também chamou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “atual chefe do Executivo do Brasil”, em reconhecimento ao processo eleitoral, e criticou as acusações atribuídas a ele.

“Ao longo do meu mandato, sempre estive dentro das quatro linhas da Constituição respeitando e defendendo as leis, a democracia, a transparência e a nossa sagrada liberdade. No mais, repudio as acusações, sem provas, a mim atribuídas por parte do atual chefe do executivo do Brasil”, escreveu.

aulas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *