CÚRCUMA (AÇAFRÃO DA TERRA) AO VEJA 8 BENEFÍCIOS E COMO CONSUMIR

CÚRCUMA (AÇAFRÃO DA TERRA)  AO VEJA 8 BENEFÍCIOS E COMO CONSUMIR

CÚRCUMA (AÇAFRÃO DA TERRA)
AO VEJA 8 BENEFÍCIOS E COMO CONSUMIR

O ingrediente é conhecido por suas propriedades nutricionais e medicinais, sendo rico em compostos antioxidantes e anti-inflamatórios, além de ser versátil na alimentação

A cúrcuma, também conhecida como açafrão-da-terra, é uma planta da mesma família do gengibre e é popular devido às suas propriedades nutricionais e medicinais. Com coloração laranja, o ingrediente é utilizado para dar cor e sabor a diversas receitas. Mas, além da sua versatilidade, a cúrcuma pode oferecer diversos benefícios à saúde.

De acordo com Patrícia Santiago, médica pós-graduada em Nutrologia, a cúrcuma tem propriedades anti-inflamatórias, principalmente devido à curcumina, seu principal composto ativo. “Esse componente pode ajudar a reduzir inflamações crônicas que estão associadas a diversas doenças”, explica.

Quais os benefícios de dietas veganas e vegetarianas? Novo estudo traz respostas
Quais os benefícios de dietas veganas e vegetarianas? Novo estudo traz respostas
Margarina ou manteiga: veja qual é mais saudável
Margarina ou manteiga: veja qual é mais saudável
Batata ou mandioca? Veja qual é melhor para a saúde, segundo especialistas
Batata ou mandioca? Veja qual é melhor para a saúde, segundo especialistas
Além disso, a cúrcuma é rica em antioxidantes, ajudando a proteger as células contra a ação dos radicais livres, “potencialmente prevenindo doenças e retardando o envelhecimento”, completa a especialista.

1. Melhora a saúde cerebral
Segundo a nutróloga, a curcumina presente na cúrcuma pode aumentar os níveis de fatores neurotróficos derivados do cérebro (BDNF), que são cruciais para a função cerebral. “Isso pode ajudar a melhorar a memória e reduzir o risco de doenças neurodegenerativas como Alzheimer“, explica.

Uma revisão científica publicada em 2008 concluiu que a curcumina se mostrou promissora no tratamento da doença de Alzheimer devido a “propriedades químicas” e seus efeitos em doenças neurodegenerativas. Um outro estudo publicado em 2019 também mostrou que a administração de curcumina em modelos experimentais “parece ser uma abordagem promissora na doença de Alzheimer”.

2. Auxilia na digestão
De acordo com Santiago, a cúrcuma pode ajudar na digestão e reduzir os sintomas de desconforto abdominal e indigestão. “Ela é utilizada na medicina tradicional para tratar condições como a síndrome do intestino irritável, por exemplo”, afirma.

Um estudo publicado em 2023 na revista científica BMJ mostrou que a curcumina pode ser uma opção para o tratamento da dispepsia (dor ou desconforto na parte superior do abdômen) com eficácia comparável ao omeprazol, um medicamento utilizado para o tratamento de distúrbios no estômago e esôfago.

3. Traz benefícios para a saúde do coração
“A cúrcuma pode melhorar a função do endotélio, a camada de células que reveste os vasos sanguíneos, ajudando a regular a pressão arterial e prevenir doenças cardíacas”, explica a nutróloga. “Além disso, suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes contribuem para a saúde cardiovascular.”

Uma revisão publicada em 2017 mostrou que, de fato, a curcumina pode melhorar a função endotelial e que a suplementação do composto pode ser útil para aumentar a atividade antioxidante e anti-inflamatória relacionadas a esse benefício.

4. Tem potencial contra o câncer
Estudos científicos já mostraram que a curcumina pode ter ação anticâncer, impedindo a proliferação de células cancerosas e induzindo a morte delas. Um estudo publicado na revista científica Nature Scientic Reports, em 2023, mostrou a eficácia de uma nanoemulsão de curcumina, criada para aumentar a absorção do composto pelo organismo, em matar células com potencial cancerígeno, levando à redução do crescimento de tumores em ratos.

“Há estudos preliminares sugerem que a curcumina pode ter efeitos anticancerígenos, inibindo o crescimento de células cancerígenas.

Jornal nossa folha

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *