GOVERNO AUTORIZA OPERAÇÕES COMERCIAIS EM TRECHO DE FERROVIA GOIANA

Um trecho ferroviário goiano, situado entre Ouro Verde e Santa Helena, foi autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (Sufer/ANTT) a receber operações comerciais. Anteriormente, a via estava operando apenas em regime de comissionamento.

Finalizados os testes e restrições operacionais, que avaliaram o comportamento rota, agora a faixa irá integrar a Rumo Malha Central (RMC), atuando nacionalmente. No total, serão 282 km ligando portos do Norte e Sudeste ao Centro-Oeste.

O trecho foi inaugurado em 2023 e deverá transportar diversas mercadorias, como carne bovina congelada, milho, açúcar, peças automotivas, minério e algodão, alavancando o escoamento de produtos locais.

No entanto, todos os trens seguirão um mesmo padrão, compostas por duas Locomotivas C30 e 16 vagões. Com peso líquido de 500 toneladas úteis (TU) e bruto de 1.200 toneladas brutas (TB), terão um comprimento máximo de 400 metros.

Vale ressaltar ainda que o modal ferroviário é conhecido por emitir menos poluentes, em comparação com outras formas de transporte, de modo que a mudança também consiste em um benefício ambiental.

“A autorização para o início das operações na Rumo Malha Central representa um marco significativo no desenvolvimento da infraestrutura logística do Brasil. Promove maior eficiência e competitividade nos transportes de carga. Além disso, fortalece a posição do país como um importante hub logístico na América do Sul”, apontou o diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale.

CRÉDITO: PORTAL 06

JNFBRASIL ; JORNAL NOSSA FOLHA-DF ENTORNO E GOIÁS

 

 

 

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *