HOMEM DEIXA IRMÃO AUTISTA EM CATIVEIRO E DORMINDO COM O CORPO DA MÃE

A vítima, que tem autismo, chegou a ficar mais de 20 dias em cativeiro, sem tomar banho, e se alimentava com a ajuda de vizinhos

PCGO/

A Polícia Civil de Goiás (PEGO), por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Pessoa com Deficiência de Goiânia (DEAPD) prendeu um homem, de 32 anos, por maus-tratos contra seu irmão, de 30, que tem autismo severo. A ação ocorreu nessa terça-feira (10/10), durante a Operação Cães de Rua, no Residencial Veredas dos Buritis, em Goiânia.

A operação foi deflagrada logo após a delegacia especializada tomar conhecimento, por meio de denúncia anônima, que o irmão mais novo teria sido abandonado pelo único parente em uma casa sem condições de habitação.

Ainda de acordo com a testemunha, a vítima ficava até três dias consecutivos abandonada, sem comer, beber água e sem qualquer vestimenta. Conforme as informações, o homem já chegou a ficar mais de 20 dias sem tomar banho e se alimentava com a ajuda de vizinhos.

Os policiais descobriram que a mãe da vítima e do autor morreu há pouco tempo e seu corpo ficou mais de cinco dias no interior da casa, sobre a mesma cama em que o filho autista dormia.

O cadáver só foi retirado do local após um vizinho sentir forte odor exalado da casa. “Desde então, o irmão mais jovem passou a ter uma vida parecida com cães de rua, alimentando-se inclusive das próprias fezes”, informou a PCGO.

Os agentes de polícia compareceram ao local e encontraram a vítima em completo abandono, nua, sem qualquer tipo de alimentação, sem energia e água, em local sujo e com forte odor de fezes humanas, as quais estavam espalhadas pela casa. 

Não havia lençóis ou roupas limpos. “A casa não remetia a um lar, mas a um verdadeiro cativeiro”, contou o delegado Alexandre Bruno.

CRÉDITO : DIRETO DO PODER

JNF BRASIL : JORNAL NOSSA FOLHA BRASIL

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *