HOMEM TENTA ESTUPRAR MULHER, ELA REAGEM, GRITA, POR SOCORRO E ELE FOGEM, DEIXANDO AS CALÇAS

HOMEM TENTA ESTUPRAR MULHER, ELA REAGEM, GRITA, POR SOCORRO E ELE FOGEM, DEIXANDO AS CALÇAS

HOMEM TENTA ESTUPRAR MULHER, ELA REAGEM, GRITA, POR SOCORRO E ELE FOGEM, DEIXANDO AS CALÇAS

JOANÉSIA (MG) – A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu o inquérito que apurou um estupro, cometido em 17 de março deste ano, contra uma mulher, de 40 anos, na zona rural de Joanésia, no Vale do Rio Doce. Um homem, de 36 anos, foi indiciado por estupro e coação no curso do processo majorado. Ele foi preso no sábado, dia 1º de junho de 2024, em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Crime – Segundo apurado pela equipe da Delegacia de Polícia Civil em Mesquita, o investigado teria ido à residência da vítima, atravessado a cerca do imóvel, desligado o padrão de energia elétrica da moradia e agarrado a vítima por trás, momento em que rasgou a blusa dela e tentou tapar a boca da mulher.

Levantamentos apontam que a vítima teria se debatido e gritado, alertando as testemunhas que vieram em seu socorro. O suspeito teria fugido do local e deixado para trás parte de seu vestuário: a calça que vestia e um pé de chinelo.

Investigação – Durante as investigações, os policiais descobriram que o investigado e a mãe dele estariam ameaçando e coagindo uma das testemunhas para que mentisse em seu depoimento, negando o que presenciou no dia do crime. Assim, a Polícia Civil representou à Justiça pela concessão de mandado de prisão, que foi deferida e cumprida.
A mãe do suspeito foi indiciada por coação no curso do processo majorado, e o investigado encaminhado ao sistema prisional.
Fonte: Polícia Civil de Minas Gerais

Jornal nossa folha

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *