Indígenas invadem sala de embarque do Aeroporto Internacional de Brasília

 Segundo a Inframerica, o grupo chegou ao local por volta das 13h e o motivo da manifestação não é conhecido. Ainda de acordo com a operadora, não houve grandes impactos nos voos


O grupo chegou ao aeroporto por volta das 13h e, cerca de uma hora depois, deixou o espaço. – (crédito: Reprodução/Twitter)

Na tarde desta sexta-feira (2/12), indígenas invadiram uma das salas de embarque do Aeroporto Internacional de Brasília. Segundo a Inframerica, que administra o espaço, o grupo chegou ao local por volta das 13h e o motivo da manifestação não é conhecido. Imagens de redes sociais mostram o momento. Confira:

De acordo com a Inframerica, as polícias Federal e Militar, o Corpo de Bombeiros, além de vigilantes do aeroporto, foram acionados e acompanharam toda a situação. Os indígenas deixaram a sala de embarque às 14h10 e seguem se manifestando em área pública do próprio aeroporto, segundo a administradora.

A Polícia Militar informou que o grupo foi dispersado, mas não soube dizer o horário. A reportagem também procurou a PF, mas, até a última atualização desta matéria, não houve retorno.

Contra Lula

Os indígenas saíram de uma ponta a outra do aeroporto, com gritos de “Lula, ladrão” e com materiais nas mãos, como flechas e cajados. A reportagem também descobriu que o presidente eleito embarcou, mas não estava no Aeroporto JK. A logística foi adotada justamente para evitar conflitos. Apesar da invasão, indígenas – alguns vestidos de Brasil – e a comitiva do presidente eleito não se encontraram.

Sem grandes impactos

Por conta da manifestação, a Inframerica destacou que dois voos registraram atraso, porém, sem cancelamentos. As operações estão seguindo normalmente, segundo a administradora

aulas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *