LULA VIAJA


LULA VIAJA NESTA TERÇA PARA PRAIA NO RJ E DEVE FICAR ISOLADO ATÉ DIA 3 DE JANEIRO 

Presidente Lula passará o Réveillon em uma ilha no litoral fluminense em que Bolsonaro passou o Natal em 2018

Após passar o Natal em Brasília, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) inicia o período de recesso de fim de ano nesta terça-feira (26/12), acompanhado da primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja. O casal viaja para a Restinga da Marambaia, no Rio de Janeiro, onde vai passar o Réveillon.

Lula ficará recluso na ilha localizada no litoral fluminense, onde a Marinha tem uma base naval. A expectativa é que o petista retorne ao trabalho em Brasília em 3 de janeiro. Durante o período, ele pediu que os ministros não tirem férias.

Ricardo Stuckert/PR

A praia no estado do Rio também foi refúgio de Jair Bolsonaro (PL) no Natal de 2018. Na ocasião, o então presidente eleito participou de cerimônia simbólica de promoção de um oficial da Força.

O destino de férias escolhido por Lula este ano é uma região restrita, de posse da União e administrada pelas Forças Armadas. A ilha pertence aos municípios de Mangaratiba e Itaguaí e à capital, Rio de Janeiro. Além disso, carrega um peso histórico: durante a ditadura militar, o local era conhecido pela execução de presos políticos.

O destino escolhido pelo presidente para o Ano Novo é diferente de onde ele passou outros feriados do ano, quando preferiu descansar na Base Naval de Aratu, na Bahia.

Visita a repatriados

A última agenda oficial do petista antes do recesso foi um almoço nessa segunda-feira (25/12) com o grupo de repatriados da Faixa de Gaza, na Base Aérea de Brasília. O terceiro grupo de pessoas trazidas do território palestino para o Brasil desembarcou em Brasília na manhã de sábado (23/12).

O almoço começou por volta das 12h (horário de Brasília), no Hotel de Trânsito da Base Aérea da capital federal. Lula não ficou para a refeição com o grupo, mas recebeu os repatriados e discursou.

“Sei que temos alguns aqui que ainda aguardam outros parentes. Nosso governo continuará a conversar com outros governos, inclusive com o de Israel”, declarou.

Por: Estadão

JNFBRASIL JORNALNOSSAFOLHA-DF.

 

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *