METEOROLOGIA ALERTA SOBRE FENÔMENO QUE DEVE ATINGIR GOIÁS DURANTE INVERNO 

METEOROLOGIA ALERTA SOBRE FENÔMENO QUE DEVE ATINGIR GOIÁS DURANTE INVERNO 

METEOROLOGIA ALERTA SOBRE FENÔMENO QUE DEVE ATINGIR GOIÁS DURANTE INVERNO

 

 

Chegada de estação deve afetar cotidiano dos goianos, com alterações climáticas que merecem atenção

 

Amado por uns, odiado por outros, o inverno começa nesta quinta-feira (20) e deve afetar o cotidiano da população com diversas alterações climáticas, conforme informações do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo).

 

 

Segundo o último boletim do órgão, o processo de “passagem” do outono para a nova estação — conhecido como “solstício de inverno” — terá início às 17h51 desta quinta-feira (20).

 

Assim, entre os meses de julho, agosto e setembro, Goiás vai sofrer diversas mudanças atmosféricas. Dentre elas, está a ocorrência de nevoeiros – as famosas ‘neblinas’ – que podem ser ainda mais frequentes, principalmente em municípios onde as temperaturas costumam ser mais baixas.

 

 

Apesar disso, André Amorim, gerente do Cimehgo, explica que esses fenômenos podem acontecer em várias cidades do estado, dependendo de fatores adversos.

 

“Pode acontecer em qualquer região do estado. Já aconteceu em Jataí, Rio Verde, em Goiânia também. Tem que ter algumas características como o solo estar mais frio do que a atmosfera e você tem uma condensação, e essas partículas, essas gotículas de água, estarem em suspensão na atmosfera”, disse o profissional, ao Portal 6.

 

 

Além disso, com o avançar da estação, a redução drástica no nível das chuvas deve acarretar índices baixos na umidade relativa do ar, cujos valores podem chegar a até 10%.

 

Outra questão que deve chegar junto ao inverno é o aumento nas queimadas. Devido ao tempo seco, as vegetações ficam mais suscetíveis ao fogo, produzindo fumaça nociva à saúde tanto das pessoas quanto dos animais.

 

 

Junto a isso, o fenômeno “La Niña” deve acarretar mudanças bruscas nas temperaturas, com termômetros atingindo alguns picos, principalmente no mês de julho, famoso pela aridez.

 

Assim, por conta da estagiem, a redução dos níveis e vazões dos mananciais goianos também devem acontecer.

 

 

Por. Portal 6

Jornal nossa folha

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *