ÔNIBUS INCENDIADOS AFETAM 45 ESCOLAS E MAIS DE 17 mil ALUNOS NO RIO:

Quarenta e cinco unidades escolares e mais de 17 mil alunos foram afetados após dezenas de ônibus serem incendiados na zona oeste do Rio de Janeiro. A ação aconteceu após a morte de um miliciano nesta segunda-feira (23).

O QUE ACONTECEU 

Ônibus incendiados impactaram o funcionamento de escolas no Rio. A situação é pior nos bairros de Santa Cruz, Paciência, Cosmos e Guaratiba. Quarenta e cinco unidades escolares foram impactadas pelo “cenário de completa insegurança”, segundo a Secretaria Municipal de Educação, que ativou o “protocolo de segurança”.

Ao todo, 17.251 alunos foram afetados. Em 17 escolas, estudantes e funcionários não puderam ser liberados imediatamente. As escolas estão sendo evacuadas “na medida do possível”, ainda de acordo com a Secretaria. As aulas da EJA (Educação de Jovens e Adultos) de hoje à noite foram suspensas.

Foram incendiados 20 ônibus, cinco BRT e veículos de turismo e fretamento. A mobilidade está comprometida em corredores como a Avenida Santa Cruz, Avenida Cesário de Melo e a Avenida das Américas. Foi o maior número de ônibus queimados em um único dia na história da capital fluminense, segundo informou a Rio Ônibus ao UOL.

Primeiro ônibus que pegou fogo estava na altura do BRT Cajueiros, em Santa Cruz. A informação é do COR-Rio (Centro de Operações Rio), órgão da prefeitura que monitora a cidade por meio de câmeras. Os incêndios provocam reflexos em Guaratiba, Inhoaíba, Paciência, Cosmos, Santa Cruz e Magarça.

Ao menos 12 pessoas já foram presas por envolvimento nos incêndios. Agora, equipes da Polícia Militar sobrevoam os locais onde ônibus foram queimados. A PM também informou que policiais reforçam a segurança 

CRÉDITO: NOTÍCIAS LOCAIS 

JNFBRASIL : JORNAL NOSSA FOLHA BRASIL – DF ENTORNO E GOIÁS

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *