PAIS SÃO PRESOS



CASO DO HENRY SOUSA DE OLIVEIRA, DE 1 ANO E  9 MESES, FALECEU NO COMEÇO DA MANHÃ DE 20 DE JANEIRO

 Segundo comprovado em laudo, o menino apresentava diversas lesões externas e internas no corpo.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) cumpriu, na manhã desta quarta-feira (31/1), dois mandados de prisão temporária contra a mãe e o namorado investigados pela morte do bebê. As prisões foram efetuadas pela 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina). Em depoimento inicial, a mãe do bebê, Lucimaria de Sousa Barbosa, alegou que o filho havia sofrido apenas uma queda da cama há poucos dias e relatou outras quedas sofridas por Henry enquanto caminhava ou corria.

Segundo as investigações, na noite de 19 de janeiro, Henry estava na casa do namorado da mãe, Wildemar de Carvalho Silva, na companhia do casal e de um filho de Wildemar, de 10 anos. Em depoimento, a mãe contou que, na manhã de 20 de janeiro, ao ir trocar a fralda do filho, percebeu que ele estava frio. O Corpo de Bombeiros esteve no local e constatou o óbito.

O laudo cadavérico constatou que a causa da morte foi por traumatismo craniano por ação contundente. O documento revelou ainda que o bebê apresentava equimoses em várias partes do corpo, escoriação e diversos hematomas internos e hemorragia em locais distintos, bem como cicatrizes no abdômen e na coxa, o que indica morte violenta.

O delegado à frente do caso afirmou que as prisões temporárias são indispensáveis para a investigação. Lucimaria e o namorado podem responder pelo crime de homicídio doloso qualificado.

POR. MARCOS SENA

JNFBRASIL-JORNAL NOSSA FOLHA-DF, ENTORNO E GOIÁS.

 

 

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *