PLANTAS

FAÇA a TROCA DE VASO DA ZAMIOCULCA SEGUINDO ESTES

 PASSOS E RECOMENDAÇÕES!

O processo de troca de vaso da zamioculca é indicado para levar sua plantinha ao próximo nível de crescimento!

Aliás, trocar de vaso não é apenas uma questão estética, é um gesto de carinho que você oferece à sua zamioculca. Essa troca proporciona mais espaço para o crescimento das raízes, permitindo que ela absorva nutrientes com mais facilidade.

Quem nunca se sentiu sufocado em um lugar pequeno, não é mesmo? Por isso, aprenda a fazer a troca de vaso da zamioculca do jeitinho certo com as nossas dicas!

Quando e com que frequência fazer a troca de vaso?

Em primeiro lugar, é crucial entender o timing perfeito da troca de vaso da zamioculca, tanto no período e a frequência disse .

Na realidade, a resposta é simples: a mudança deve ser feita a cada dois anos, mais ou menos. Nesse sentido, é interessante observar se as raízes estão começando a sair pelo fundo do vaso, como quem diz “preciso de mais espaço!”.

Além disso, um indicador claro é quando o crescimento da planta começa a desacelerar e suas folhas perdem o brilho característico.

Contudo, não pense em fazer essa troca em qualquer período do ano!

A primavera é o momento ideal para realizar essa troca, quando a planta está pronta para crescer e se renovar, enquanto os meses frios a planta entra em período de dormência.

Como fazer a troca de vaso da zamioculca?

Enfim, siga um passo a passo para realizar a troca de vaso da zamioculca corretamente para que a planta se sinta como uma “rainha” após essa transformação.

Bote as luvas e comece a separar alguns itens, como um novo vaso, terra fresquinha e uma pá de jardinagem!

Passo 1

Inicie retirando delicadamente sua zamioculca do vaso antigo.

Vá removendo com cuidado para não danificar as raízes. Se você perceber que estão compactadas, dê leves batidinhas para soltá-las.

Lembre-se que a paciência é sua melhor amiga nessa hora.

Passo 2

Aproveite para conferir como estão as raízes da zamioculca. Se notar que alguma está danificada ou doente, faça um corte limpo para a remoção.

Aliás, essa inspeção garante que sua planta não está desenvolvendo algum problema de saúde, como podridão de raiz.

Passo 3

No novo vaso, adicione um pouco de terra fresca ao fundo. O vaso precisa ser ligeiramente maior que o anterior, é claro.

Faça um buraco no centro da terra para acomodar sua zamioculca, centralizando-a. Certifique-se de que a base do caule esteja alinhada com a borda do vaso.

Passo 4

Além disso, deixe espaço para que as raízes possam se esticar e crescer à vontade.

Preencha com mais terra ao redor, aperte gentilmente e dê umas batidinhas para eliminar bolsas de ar e ter certeza de que ela está firme.

Passo 5

Após a troca de vaso da zamioculca, é essencial que ela receba a primeira rega.

Faça isso com gentileza, permitindo que a água alcance todas as raízes. Por último, deixe o vaso em um local com luz indireta por alguns dias para se readaptar ao novo lar!

Dicas extras para cuidar da zamioculca

Por fim, algumas dicas especiais podem manter sua zamioculca cheia de vida por um longo tempo! Veja só:

Luz adequada: sua zamioculca adora um ambiente bem iluminado, mas evite a luz direta do sol, que pode queimar suas folhas;

Rega moderada: ela não é fã de muita água. Deixe o solo secar completamente entre as regas para evitar raízes apodrecidas;

Limpeza é essencial: limpe as folhas regularmente para manter sua planta respirando livremente e com seu charme radiante;

Fertilização ocasional: de vez em quando, dê um fertilizante à sua zamioculca, mas não exagere. Menos é mais!

Enfim, a troca de vaso da zamioculca não é uma tarefa difícil e será recompensador.

Estudante de Letras, trabalha com escrita criativa, revisão e tradução. Fluência em Inglês e atualmente estudando Espanhol. Apaixonada por palavras, vê nos livros seu grande ponto de fuga

JNFBRASIL JORNALNOSSAFOLHADF

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *