POLÍCIA FEDERAL INDICA POR CRIME AMBIENTAL CRIADOR DE AVES EXÓTICAS AVALIADAS em CASA R$ 200 mil

Proprietário tem 30 dias para regularizar a situação do criadouro ou os 200 animais que vivem no local serão recolhidos

O proprietário de um criadouro de aves exóticas localizado no bairro Neópolis, em Gravataí, na Região Metropolitana, foi indiciado por crime ambiental, na manhã desta quarta-feira (25), durante ação da Polícia Federal e da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema). 

No local, foram localizadas 18 espécies diferentes de periquitos e papagaios, avaliadas em aproximadamente R$ 200 mil.

Entre as espécies, havia pássaros como o papagaio ecletus, que pode custar R$ 4 mil, segundo a Polícia Federal (veja a lista dos animais abaixo). O proprietário do local, que não teve a identidade divulgada, assinou um Termo Circunstanciado e foi liberado. 

A Sema estabeleceu prazo de 30 dias para a regularização do estabelecimento e, caso não ocorra, o órgão realizará o recolhimento das aves.

Espécies encontradas

Periquito rosela eximius – 14 espécimes – R$ 7 mil 

Periquito rosela penart – 2 espécimes – R$ 6 mil 

Periquito kakariki – 18 espécimes – R$ 9 mil 

Periquito cabeça de ameixa – 8 espécimes – R$ 8 

Periquito mustache – 5 espécimes – R$ 5 mil 

Periquito loris arco-íris – 4 espécimes – R$ 6 mil 

Papagaio loris molucanus – 4 espécimes – R$ 6 mil 

Periquito red rumped – 32 espécimes – R$ 3,2 mil 

Papagaio barraband – 5 espécimes – R$ 10 mil 

Periquito regente – 4 espécimes – R$ 8 mil 

Periquito principe de gales – 6 espécimes – R$ 12 mil 

Periquito hooded – 2 espécimes – R$ 4 mil 

Periquito bourque rosa – 2 espécimes – R$ 1 mil 

Periquito swift – 2 espécimes – R$ 4 mil 

Papagaio ecletus – 2 espécimes – R$ 8 mil 

Periquito port lincon (barnadius) – 6 espécimes – R$ 18 mil

Total:  199.200,00.

CRÉDITO : NOTÍCIAS LOCAIS

JNFBRASIL : JORNAL NOSSA FOLHA BRASIL – DF ENTORNO E GOIÁS

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *