QUATRO JOVENS DE PARACATU – MG MORREM APÓS SER INTOXICADOS POR MONÓXIDO DE CARBONO

 SANTA CATARINA: 

QUATRO JOVENS MORREM EM PARACATU -MG APÓS SER INTOXICADOS POR MONÓXIDO DE CARBONO 

A Prefeitura de Paracatu, no Noroeste de Minas, decretou nesta segunda-feira (1º) luto oficial de um dia após as mortes de quatro jovens em Balneário Camboriú, no litoral de Santa Catarina, dentro de uma BMW. Eles eram de Paracatu e Patos de Minas e tinham 16, 19, 21 e 24 anos.

Gustavo Pereira Silveira Elias (24), Karla Aparecida dos Santos (19), Nicolas Oliveira Kovaleski (16) e Tiago de Lima Ribeiro (21) se mudaram para Florianópolis (SC) há cerca de um mês.

A suspeita é que a morte tenha sido por intoxicação de monóxido de carbono após falha mecânica do veículo, que havia passado por uma customização recente no sistema de escapamento do carro para fazer mais barulho.

“Considerando o falecimento dos jovens paracatuenses Gustavo Pereira Silveira Elias, Thiago de Lima Ribeiro, Nicolas Oliveira Kovaleski e Karla Aparecida dos Santos que ocorreu na cidade de Balneário de C
amboriú – Santa Catarina;

Considerando o consternamento geral da comunidade paracatuense e o sentimento de solidariedade, dor e saudade que emerge;

Fica decretado luto oficial, por 1 (um) dia, em todo o território de Paracatu – Minas Gerais; em sinal de profundo pesar pelo falecimento de Gustavo Pereira Silveira Elias, Thiago de Lima Ribeiro, Nicolas Oliveira Kovaleski e Karla Aparecida das Santos.

As bandeiras nos órgãos municipais deverão ficar hasteadas meio mastro”.

Quatro pessoas são encontradas mortas dentro de carro em Balneário Camboriú

ENTENDA O CASO

Inicialmente, a polícia informou que havia cinco jovens no veículo com placas de Minas Gerais: três homens e duas mulheres, e uma delas sobrevivente. A jovem foi encaminhada para exame de corpo de delito e em seguida foi ouvida pela polícia.

Ela relatou que saiu de Minas Gerais de ônibus para encontrar o namorado e os amigos, nesta manhã, na rodoviária. Eles esperariam por ela em Balneário Camboriú, para seguirem até a capital catarinense juntos.

Quando chegou, encontrou os quatro ocupantes relatando ânsia de vômito e tontura. Ela ficou, então, saindo e entrando do carro, esperando eles melhorarem, o que não aconteceu.

Os jovens foram atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, em seguida, pelo Corpo de Bombeiros. Quando os bombeiros chegaram, as vítimas tinham sido retiradas de dentro do veículo, onde foram encontradas, e estavam deitadas no chão, recebendo atendimento de reanimação.

Após 40 minutos de procedimentos avançados de reanimação e nenhuma resposta aos procedimentos realizados, a equipe médica do Samu decretou o óbito do grupo.

Falha mecânica

Segundo informações preliminares da polícia, uma falha mecânica na BMW/320I M Sport, fabricada em 2022, teria levado monóxido de carbono para dentro do veículo, o que pode ter causado a morte do grupo.

O delegado Bruno Effori, responsável pelo caso, a família disse que o veículo havia passado por uma customização recente no sistema de escapamento do carro. A polícia busca saber se tem relação com o vazamento.

CRÉDITO : G1

JNFBRASIL : JORNAL NOSSA FOLHA – DF ENTORNO E GOIÁS .

Jornal nossa folha DF

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *