Vereador goiano é cassado por festa com whisky e cigarro pagos com dinheiro público

 A festa ocorreu em dezembro de 2020, quando Emanoel era presidente da Câmara de São Francisco de Goiás


Bebidas pagas com dinheiro público em São Francisco de Goiás (Foto: Reprodução)

A Câmara Municipal de São Francisco de Goiás, na região central do estado, aprovou a cassação do vereador Emanoel Alves Júnior (PSDB). Ele usou dinheiro público para pagar uma festa com cigarro, whisky, chopp e drinks.

O afastamento foi aprovado durante sessão extraordinária realizada na última sexta-feira (10). Após mais de três horas, o parlamentar foi cassado por seis votos a três.

Noitada com dinheiro público

A festa ocorreu em dezembro de 2020, em um restaurante de Nerópolis, região metropolitana de Goiânia. Na época, Emanoel era presidente da Câmara e pagou a conta de R$ 5,6 mil com cheque da casa legislativa.

Entre os produtos consumidos estavam vários tipos de bebidas com nomes inusitados como “abridor de pernas abacaxi” e “incendiário orgasmo”.

Cassação

Os vereadores consideraram que se tratou de um caso de improbidade administrativa punível com afastamento do cargo, além de postura incompatível com a dignidade da Câmara. Seriam necessários 2/3 de votos favoráveis para que Emanoel fosse afastado.

A atual gestão da Câmara Municipal aponta que tomou conhecimento do caso em novembro de 2022 e que não compactua com nenhuma irregularidade.

aulas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *