Vídeo: goleiro do Juventude detona arbitragem após partida do Gauchão

Após a partida contra o Ypiranga, pela 5ª rodada do Gaúcho, o goleiro Pegorari fez duras críticas as decisões da arbitragem

O goleiro do Juventude, Guilherme Pegogari, não economizou na ironia para criticar a arbitragem da partida entre Ypiranga e Juventude, que se enfrentaram na noite desse domingo (5/2) pela 5ª rodada do Campeonato Gaúcho.

Pegogari criticou a arbitragem, e destacou que os erros foram determinantes para a derrota do time de Caxias do Sul por 3 x 2.

 “Queria enaltecer o trabalho do árbitro dessa Federação Gaúcha. Belíssimo trabalho. Como no São Luiz, em casa, que com 15 minutos já tinham 5 amarelos para o time do Juventude. Hoje o nosso excelentíssimo maravilhoso conseguiu mais uma vez. Pela terceira vez consecutiva, em três jogos, nossa equipe foi prejudicada. Não foi pênalti no primeiro lance, não foi pênalti no segundo lance, o que é isso?”, indagou o goleiro, irônico, para as câmeras após a entrevista.

Ao fim da entrevista, o goleiro cobrou providências sobre os erros cometidos pela arbitragem. Em nota, o Juventude endossou a fala de Guilherme Pegorari, e fez duras críticas a arbitragem da partida.

Confira a nota publicada pelo clube em seu site oficial.

“O Esporte Clube Juventude vem a público repudiar veementemente a atuação da arbitragem e da segurança na partida desta noite de domingo (5), no Estádio Colosso da Lagoa, em partida válida pelo Campeonato Gaúcho.

O árbitro Anderson da Silveira Farias teve atuação desastrosa, anotando dois pênaltis inexistentes para o time da casa. Além de distribuir cartões amarelos de forma exagerada, aumento a animosidade no estádio.

O Juventude também lamenta o posicionamento do presidente do Ypiranga Adilson Luiz Stankiewicz, que atuou de forma antidesportiva no estádio do Colosso da Lagoa. O mandatário do clube foi filmado jogando as bolas do jogo para a arquibancada. E, em transmissão nacional, apareceu discutindo com o auxiliar técnico do Juventude Beto Ferreira, iniciando uma confusão generalizada na beira do campo. Papel completamente oposto ao que se espera de um mandatário sério e responsável, que comanda um clube tradicional do futebol gaúcho como o Ypiranga.

O Esporte Clube Juventude espera uma postura enérgica da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) acerca da atuação lamentável da arbitragem e dos atos que foram presenciados em volta do gramado. E não tenha decisão política nesse momento.”

A derrota para o Ypiranga quebrou a invencibilidade da equipe de Caxias do Sul. O resultado fez com que a equipe caísse para a 8ª colocação da classificação geral do Gauchão com 6 pontos somados. O Juventude volta a jogar na quinta-feira (9/2) contra o Grêmio, no Alfredo Jaconi.

aulas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *