POLÍTICA

POLÍTICA

CAIADO VAI AO TSE TENTAR CASSAR MANDATO DE LUCIANO BIVAR

De acordo com o governador, o incêndio na casa do advogado Antônio Rueda, eleito para suceder Bivar no comando do União Brasil, foi “um crime político”

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil, foto), decidiu apresentar uma representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o incêndio na casa do presidente eleito do União Brasil, Antônio Rueda, seja investigado. Também será pedida a cassação do mandato do deputado federal Luciano Bivar (União-PE.

De acordo com o governador, o incêndio que ocorreu nas casas de Rueda e da irmã dele foi “um crime político e um atentado contra o União Brasil”. “Fato inaceitável e que não ficará impune”, afirmou.

A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), informou ao governador de Goiás que toda a polícia está dedicada a esclarecer o caso.

“Pigmeu moral”
Acusado por Caiado de ter sido responsável pelo incêndio nas casas de praia de Antônio e Maria Emília Rueda, presidente e tesoureira do União Brasil, respectivamente, Bivar disse ter ficado “surpreso” com incidente e chamou o governador de Goiás de “pigmeu moral”.

O ex-presidente do partido levantou suspeitas de que as casas de veraneio na praia de Toquinho, em Pernambuco, não possuíam apólice de seguro.

“Fiquei surpreso com isso, eram duas casas velhas e desabitadas. E parece que não havia apólice de seguro. A polícia civil está investigando”, afirmou Bivar.

Tráfico de influência
Bivar anunciou nesta terça, 12, que vai interpelar Rueda por “tráfico de influência” no conselho de ética do União. “Usa o partido para tráfico de influência. Tem três denúncias graves, de um senador e dois deputados”, disse Bivar a O Antagonista, sem revelar os nomes dos parlamentares. Segundo Bivar, Rueda espalha, entre outras coisas, que é “amigo de filho de ministro”.

No final de fevereiro, o União Brasil elegeu Rueda para comandar o partido. Ele substitui Bivar com o desafio de apaziguar os ânimos de um partido que vivencia sucessivas crises.

Apesar de comandar o União Brasil desde a fusão do antigo DEM com o PSL, Bivar estava isolado, sem contar com apoio dos governadores da sigla.

JNFBRASIL-JORNAL NOSSA FOLHA-DF, ENTORNO E GOIÁS.

Jornal nossa folha

Noticias de Brasília e entorno sempre atualizadas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *